22
ago

Há cerca de mês e meio, a Alfaguara brasileira publicou, em parceria com sua irmã argentina, esta antologia de contistas do país vizinho. Coube a mim traduzir duas narrativas, de Claudia Piñeiro, autora do aclamado e premiado As viúvas das quintas-feiras, e de Manuel Soriano, até então inédito em português.

Seu conto, Cabine dupla, foi extraído do livro Variaciones de Koch, vencedor do Prêmio Nacional Narradores de la Banda Oriental, no Uruguai, onde vive desde 2005. Soriano também assina o volume de contos La caricia como método de tortura e os romances Rugby e Fundido a blanco.

O relato que integra Contos em trânsito narra a aventura de um casal – ele argentino, ela uruguaia – que pretende chegar de carona até uma praia do litoral catarinense. Como o autor brinca com as fronteiras entre a línguas no conto, abusando do portunhol, perguntei a ele se aceitava responder à entrevista abaixo também em portunhol. Depois, notamos que o papo pendeu mais para a língua de Borges, o que não é nem de longe um problema. Na verdade, segundo ele os argentinos costumam dizer que os uruguaios falam uma espécie de portunhol moderado.

Eis o resultado da brincadeira:

Cabine dupla es tu primer cuento publicado no exterior. Cómo te sentiste al leerse en outra língua por primera vez?

Me sentí bem, como si la prosa fuese melhor. Me pasó lo mismo con una traducción al inglés que me mandaron hace poco. Pode ser que uno esté un poco aburrido de sua propia prosa y entonces a lengua extranjera es uma sorpresa reconfortante. También debe haber algo de orgullo; un amigo al que tradujeron al alemán me dijo: “no entiendo nada pero se ve hermoso”.

La narrativa transcurre na estrada, durante el viaje de una pareja para una playa de Santa Catarina. Ya pediste carona alguna vez en la vida? Qué hay de autobiográfico en este cuento?

Sí, pedí carona y también di carona alguma vez, mas el cuento no es autobiográfico. Quiero decir que la anécdota no me sucedió pero, por supuesto, hay pedazos de minha vida en ese cuento. Me gustaba la idea del viaje de carona como un momento de incertidumbre, y cómo la incertidumbre, a medida que aumenta, empieza a mostrar la grietas en el casal que pide carona.

Cabine Dupla es um dos contos de Variaciones de Koch. Pero Koch son muchos personajes distintos. Qué dificultades encontraste quando los escribiste?

No encontré dificultad, me salieron de manera natural, y esa fue uma das razones por las que hice un libro de cuentos con distintas variaciones de um mismo personaje. Cuando tenía cuatro cuentos escritos me di cuenta de que si bien las circunstancias – la edad, estado civil, trabajo, hijos o no hijos – cambiaban de cuento a cuento, la esencia del personaje era a mesma. Los últimos cuentos ya los hice con el nombre Koch na cabeza.

Me contabas que você fala muy bien el portugués, incluso has traducido algo. Cuál es tu relación con Brasil? Y qué textos has traducido?

No diría muy bien, apenas bien. Esquecí muito. Viajé bastante a Brasil de ferias, tuve una novia bahiana hace mucho tiempo y estudié un par de años de portugués. A traducción fue de un libro infantil “Los seres trock” de Ricardo Silvestrin. Puedo hacerlo del portugués al español, pero no al revés. Nunca pude escribir en portugués, pero puedo leerlo.

Vos conocés alguma coisa de la literatura brasileira? Tenés livros y autores preferidos, por ejemplo?

Voy a mirar minha biblioteca y a revisar minha memoria para darme uma ayuda. Jorge Amado, Fonseca, Machado de Assis, Guimaraes Rosa, Clarice Lispector, Caio Fernando Abreu, Tabajara Ruas, Daniel Galera… esos son los que recuerdo haber leido, y más o menos en ese orden. Empecé a leer brasileros cuando estudiaba portugués, hace unos quince años, como una forma de ejercitar. En ese momento no tenían mucha difusión en Argentina, ni siquiera os autores consagrados. Si se lo compara con la música, por ejemplo, la llegada de la literatura brasilera era insignificante. Si tuviera que elegir un libro me quedo con “Sagarana” de Guimaraes Rosa. De esta antología de narrativa brasilera que salió en Alfaguara Argentina me gustó mucho el cuento de Ricardo Lisias.

O que achou da selección de autores argentinos para la antología de Alfaguara? Te parece que el libro es un buen panorama de la literatura actual de tu país?

La verdad que no sabría decir. A la mayoría no los leí. Lo voy a hacer ahora por primera vez, y en portugués. Sí puedo decir que Fogwill, Hebe Uhart y Marcelo Cohen son autores extraordinarios, escritores que han creado un mundo propio con su literatura. Los cuentos de Inés Garland también me gustan mucho.

Así que no sos filho de Osvaldo Soriano! Pero me contabas que esa confusión ha sido muy útil para que publicaras tu primer libro. Como foi isso? Y cómo te relacionás con la literatura del autor de “Triste, solitario y final”?

No soy, aunque su filho también se llama Manuel. Me sirvió con un cuento. El editor luego me confesó: “Abrí tu mail y empecé a leer el cuento porque pensé que eras el hijo de Osvaldo, y cuando me dijiste que no el cuento ya me había gustado.” De todas formas no era algo interesado, no había dinero de por medio, sino que el editor -que había sido amigo de Osvaldo- de alguna manera quería creer que había recibido un cuento de su hijo. Al menos es bueno saber que mi falso padre era un tipo muy generoso y querido. De sus libros el que más me gusta es “No habrá más penas ni olvidos”.

18
ago

Um dos livros de poesia mais contundentes e belos que tive a oportunidade de ler chama-se Pássaro Ruim, e foi escrito pelo paranaense Rodrigo Madeira. Agora, o título batiza também uma websérie sobre poetas curitibanos, dirigida pelo também poeta e cineasta Adriano Esturilho. Tratam-se de peças audiovisuais breves, que lançam luz sobre a obra e o pensamento de alguns dos fazedores de versos da atualidade, na capital leminskiana. A primeira parte da série, com lançamento marcado para esta terça-feira, 19, no Wonka Bar, traz a poesia de Ivan Justen, Rodrigo Madeira, Andréia Gavita, Ricardo Pozzo e Adriano Smaniotto. A curadoria é de Pozzo, que promove todas as terças, no porão do Wonka, o projeto literário Vox Urbe. Os demais vídeos serão publicados periodicamente na internet.

Pássaros Ruins
19 de agosto de 2014, às 22h
Entrada: R$ 8
Wonka Bar – R. Trajano Reis, 326, São Francisco.

27
mai

A escritora peruana-brasileira Gloria Kirinus, radicada em Curitiba, ministra nesta quinta-feira à tarde uma oficina de criação literária na Poetria Livros e Arte. Intitulada “Lavra-Palavra”, a atividade será um espaço para trazer as palavras à superfície e, ao contemplá-la, descobrir suas possibilidades. “É um convite para os participantes escreverem as próprias palavras – as que nem sabiam possuir”, diz ela.

Oficina Lavra-Palavra
Dia: 28 de maio, quinta-feira
Horário: das 14 às 18h
Local: Poetria Livros e Arte – Av. Vicente Machado 865, Batel
Investimento: R$120,00
Informações: atendimentopoetria@gmail.com ; (41) 3046-3036

22
mai

Após três anos do lançamento de seu primeiro romance, Pequena Biografia de Desejos, o escritor curitibano Cezar Tridapalli apresenta no último dia deste mês seu novo trabalho, O beijo de Schiller, romance vencedor do Prêmio Minas Gerais de Literatura no ano passado. O autor compartilhou com a gente o primeiro parágrafo da obra, publicada pela editora Arte & Letra:

Pensar o tempo todo sobre os próprios pensamentos torna a vida do homem um inferno. Quando ainda queria transformar Luka em biólogo, precisei ler algumas coisas relacionadas ao assunto e elas foram suficientes para saber que somente dois por cento do emaranhado genético haviam diferenciado o homem dos outros animais e feito dele um ser capaz não só de pensar, mas também de se pensar superior. E de pensar errado, o que não deixa de ser uma forma de pensamento. Isto é, de tornar sua própria vida um tormento cujo fim só se daria na cessação dos dois por cento. E esse sujeito aí atrás? Pelo pouco que vi, parece uma criança, esse filho que não tenho, o olhar infantil na paisagem: a vegetação exuberante da Serra do Mar. Falta apenas pegar seus super-heróis de plástico e deslizá-los contra o vidro do carro, simulando trajetos, personagens, aventuras. No entanto, em vez de super-heróis, ele traz consigo um revólver. Metal preto, cano curto. Há alguns minutos, tubo encostado na minha cabeça, um projétil separado do meu cérebro por poucos centímetros, chumbo inerte prometendo calar o que perambula pelo labirinto das sinapses. Era uma ponta cinza preparada para explodir minha massa cinzenta e levar os dois ou os cem por cento da minha humanidade, feita de tristezas e alegrias ilhadas pelo mar da indiferença e do esquecimento. A ideia de minha morte nunca havia passado de curiosidade intelectual. Dentro dessa mesma cabeça uma bala estava prestes a acabar com qualquer possibilidade de especulação, trocando o pensamento sobre a morte pela morte do pensamento.”

O beijo de Schiller, de Cezar Tridapalli
Dia: 31/5, sábado
Horário: a partir das 16h
Local: Livraria e editora Arte & Letra (Al. Presidente Taunay, 130 – Fundos da Casa de Pedra – Batel – Curitiba )

17
abr

Foto: Nego Miranda

A partir da semana que vem, o Sesc Paço da Liberdade promove em Curitiba, até o fim do ano, encontros e atividades mensais para investigar a obra de um dos maiores contistas brasileiros, Dalton Trevisan. A proposta do ciclo Dalton para Todos é difundir ainda mais a produção do autor, vencedor do Prêmio Camões 2012, relacionando-a com outras manifestações artísticas, para além da literatura.

Em abril acontece o primeiro módulo, batizado de “Dalton e a Cidade“, que inclui um bate-papo com o fotógrafo Nego Miranda – autor do livro A Eterna Solidão do Vampiro, com imagens inspiradas no universo daltoniano – e uma oficina de criação literária e análise de contos do autor, coordenada pelo escritor Paulo Sandrini. Já em maio, o tema em pauta será a relação da obra de Dalton com o cinema – uma das adaptações mais conhecidas é o filme Guerra Conjugal, de Pedro Joaquim de Andrade, baseado na antologia de contos homônima.

Aberto à comunidade mediante inscrição, o ciclo destina-se a estudantes, professores, escritores e interessados em literatura em geral. Mais informações no Sesc Paço da Liberdade: Praça Generoso Marques, 189, Centro, fone (41) 3234-4200.

Dalton para Todos
Módulo I – “Dalton e a Cidade”
Bate-papo ““A Eterna Solidão do Vampiro””, com o fotógrafo Nego Miranda
23 de abril das 19h às 21h
Local: Sala de Atos

Oficina de criação literária e análise de contos de Dalton Trevisan, com o escritor Paulo Sandrini
24 e 25 de abril das 19h às 21h
Local: Sala de Aula do 2º andar

16
abr

O ano é de Copa do Mundo, mas antes de a bola rolar nos gramados do país, um grande evento percorrerá quatro das cidades-sede dos jogos do mundial: a Festa Literária das Periferias – FLUPP Brasil.

A estreia acontece em Curitiba, nos dias 25 e 26 de abril, e o local escolhido foi a Vila Verde, na Cidade Industrial da capital paranaense. A programação inclui encontros com escritores brasileiros e estrangeiros, além de palestras sobre importantes pensadores da nossa cultura, como Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Hollanda, Mário de Andrade e Darcy Ribeiro.

Na escalação nacional estão Cristovão Tezza, Luci Collin, José Castello e Rogério Pereira, que conversam com quatro autores de países cujas seleções foram classificadas para a Copa do Mundo: Juan Pablo Villalobos (México), Mohsen Emadi (Irã), Kim Young-há (Coréia do Sul) e Abdelkader Djemaï (Argélia).

Um dos objetivos da FLUPP Brasil é a produção de um livro. Após o encerramento do evento, os participantes poderão enviar poemas e contos breves, que serão analisados pelos curadores e selecionados para a publicação, com data de lançamento prevista para agosto deste ano. Ao todo, serão escolhidos dez textos escritos por dez autores de cada uma das cidades sede, num total de 40.

Depois de sua passagem por Curitiba, a FLUPP segue para a comunidade de Alagados, em Salvador (9 e 10 de maio) e para Cidade Tiradentes, na periferia da capital paulista, (23 e 24 de maio). O encerramento acontece no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, nos dias 6 e 7 de junho. As inscrições para participar da FLUPP são gratuitas e devem ser feitas pelo site até a véspera do evento.

Com apresentação do BNDES, a FLUPP Brasil tem realização da Associação Cultural de Estudos Contemporâneos (ACEC). Em Curitiba, recebe o apoio da Secretaria Municipal de Educação, do ICORN (International Cities of Refuge Network), da Biblioteca Pública do Paraná, do Jornal Rascunho, da Maison de France e do Rause Café.

Programação:

Dia 25 de abril
8h30 à 10h – Mesa: Cristovão Tezza e Mohsen Emadi (Irã)
10h30 às 11h30 – Palestra: Yolanda Linda Lobo fala sobre Darcy Ribeiro
14h às 15h – Palestra: Marcos Alvito fala sobre Gilberto Freyre
15h30 às 17h – Mesa: José Castello e Kim Young-há (Coréia do Sul)

Dia 26 de abril:
9h às 10h30 – Mesa: Luci Collin e Juan Pablo Villalobos (México)
11h às 12h – Palestra: Eduardo Jardim fala sobre Mario de Andrade
14h às 15h – Palestra: Bernardo Buarque de Holanda fala sobre Sérgio Buarque de Holanda
15h30 às 17h – Mesa: Rogério Pereira e Abdelkader Djemai (Argélia)

Serviço:
FLUPP Brasil em Curitiba
Local: Teatro Peça por Peça, junto à EM América Sabóia – Vila Verde (R. Emílio Romani, 316 – Cidade Industrial)
Datas: Dias 25 e 26 de abril
Inscrições: www.flupp.net.br
Entrada franca

13
fev

Foto: Lina Faria

Essa semana fui conferir in loco uma iniciativa sensacional da Biblioteca Pública do Paraná: a aquisição de 1.500 obras em espanhol. Divididas por países, elas cobrem bastante bem a produção literária latino-americana, e também abarcam a literatura espanhola. São obras clássicas – Cervantes, Borges, Cortázar, Benedetti, Sábato, etc – e contemporâneas – Andrés Neuman, Javier Marías, César Aira e Laura Restrepo, para citar alguns. Há poucas mulheres – um reflexo da própria produção, majoritariamente masculina -, mas celebrei muito a presença de uma autora que há tempos queria ler: Silvina Ocampo.

Até o início de março, os títulos ficarão em destaque no hall térreo da biblioteca, mas já estão disponíveis para empréstimo – eu mesma já emprestei um! Com estas novidades, agora, o acervo em língua espanhola da BPP conta com quase 3 mil obras.

Serviço:
Biblioteca Pública do Paraná
R. Cândido Lopes, 133 – Centro / Curitiba — PR
Horário de funcionamento: 2.ª a 6.ª, das 8h30 às 20h.
Sábado, das 8h30 às 13h.
Mais informações: (41) 3221-4900

12
fev

Hoje, 12 de fevereiro de 2014, são lembrados os trinta anos do dia em que el gran cronópio nos deixou. Em agosto, aliás, seria comemorado seu centenário. Deixo aqui um de seus escritos, resgatado pela viúva Aurora Bernárdez no livro “Papeles inesperados“:

10
fev

Recebo, por email, o convite de um ciclo de palestras pra lá de interessante. Evento de extensão promovido por alunos de Letras da Universidade Federal do Paraná, sob a coordenação do professor, Benito Rodrigues, a ideia do Poiesis – Caminhadas Literárias é difundir grandes obras da literatura mundial por meio de palestras gratuitas com especialistas no assunto.

O projeto é ambicioso e tem duração de três anos, dividido em três “capítulos”: Grandes narrativas, O romance e A poesia. O primeiro aconteceu no ano passado e trouxe à baila clássicos como Ilíada e Odisséia, Fausto, A Divina Comédia, a Bíblia, entre outros. O sucesso surpreendeu os organizadores: foram mais de 150 inscrições, entre acadêmicos e não acadêmicos, com uma média de 78 pessoas por encontro.

Agora, em fevereiro, começa o segundo módulo de Poiesis. “Sabe-se que o romance é o gênero literário mais bem acatado pelos leitores e o que dá maior retorno financeiro aos escritores. Sabe-se também que o romance foi, durante um bom tempo, visto como o gênero por excelência da burguesia, que adorava ver-se refletida em suas páginas. Porém, hoje sabemos que o romance é não só um gênero de longuíssima data como também de inusitados desdobramentos: Marcel Proust, James Joyce, Samuel Beckett, Machado de Assis, Guimarães Rosa e Alain Robbe-Grillet são romancistas que tornaram explícita a plasticidade deste gênero. Mal podemos acreditar que estes escritores escreveram sobre a mesma fôrma que os Romancistas Gregos, Miguel de Cervantes, Johan Wolfgang Von Goethe e Honoré de Balzac. Porém, isso é uma evidência histórica, evidência esta que buscaremos tornar reconhecível aos participantes das palestras por meio desta imensa e ambiciosa caminhada pelos bosques deste tão belo e multifacetado gênero literário”, dizem os organizadores, no texto do convite. A primeira palestra, no dia 22 de fevereiro, será sobre o famoso romance de James Joyce, Ulysses, com seu intrépido tradutor, Caetano Galindo.

As palestras acontecem sempre aos sábados, das 14 às 18 horas, com quinze minutos de intervalo, no Anfiteatro 1100 da Reitoria da UFPR (décimo primeiro andar, Dom Pedro I). Para participar, você pode se inscrever e assistir às doze aulas (neste caso, com direito a ganhar certificado se tiver 90% de frequência) ou assistir somente as que forem do seu interesse (basta comparecer no dia, sem inscrição). Uma das vantagens de se inscrever é que as obras abordadas serão sorteadas entre os inscritos com no mínimo 80% de frequência. Mais informações pelo e-mail poiesiscaminhadasliterarias@gmail.com.

Conheça as obras, o calendário e os professores palestrantes:

22/02 – Ulysses, de James Joyce, com Caetano Galindo.
22/03 – O Processo, de Franz Kafka, com Paulo Soethe.
05/04 – A Paixão Segundo GH, de Clarice Lispector, com Lucia Cherem.
26/04 – As Cidades Invisíveis, de Italo Calvino, com Ernani Fritoli.
17/05 – Madame Bovary, de Gustave Flaubert, com Sandra Stoparo.
07/06 – O Som e a Fúria, de William Faulkner, com Luci Collin.
16/08 – Dom Quixote, de Miguel de Cervantes, com Rodrigo.
30/08 – O Evangelho Segundo Jesus Cristo, de José Saramago, com Marcelo Sandmann.
13/09 – Memórias Póstumas, de Machado de Assis, com Marilene Weinhardt.
27/09 – Satyricon, de Petrônio, com Rodrigo Gonçalvez.
25/10 – Cem anos de Solidão, de Gabriel Garcia Marquez, com Isabel Jasinski.
22/11 – Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, com Paulo Soethe.

10
dez

Eles têm entre 20 e 30 anos e, em comum, o fato de serem radicados no Paraná. Suas vozes – algumas já conhecidas no meio literário – estão amplificadas no Livro dos Novos, coletânea que reúne 16 contos de jovens escritores, com lançamento marcado para esta quinta-feira, 12 de dezembro, na Livraria da Vila, em Curitiba.

A seleção se deu entre autores que enviaram textos para a Travessa dos Editores no último ano. “Não foi tarefa fácil, pois há mais escritores prontos, maduros, preparados para entrar no mercado do que esperávamos inicialmente. Os escolhidos, na verdade, representam um número muito maior de jovens que têm preocupação e possibilidades com a escrita e a comunicação”, conta a organizadora, Adriana Sydor.

De acordo com ela, todas as ficções do livro colocam em perspectiva as misérias humanas, as derrocadas morais e as dificuldades cotidianas. “As reflexões de uma geração que se apresenta para conduzir o mundo a partir dessas horas que vivemos constituem o carro-chefe da coletânea”, explica. O escritor Luiz Bras declara que esta foi a mais provocativa e transgressora apresentação de livro que já escreveu. “Na tentativa de salvar algumas almas jovens do inferno da boçalidade, preferi oferecer um prefácio-manifesto, em vez de um prefácio chapa-branca, pasteurizado”, diz.

Os autores

Ana Figueiredo tem 20 anos. Nasceu em Curitiba (PR), em 1992. Dona de tatuagens e ideias malucas, escrevia poesia no colégio e achou que poderia ser escritora, fora isso passa a maior parte do tempo tentando ser médica veterinária e salvar guepardos.

Arthur Tertuliano tem 26 anos. Nasceu em Recife (PE), em 1987, mas vive em Curitiba (PR). É bacharel em Direito e mestrando em Estudos Literários, ambos pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). É escritor, colaborador do Jornal Rascunho, colunista do site Posfácio e editor do blog o leitor comum.

Celso Alves tem 24 anos. Nasceu em Ponta Grossa (PR), em 1988. Em 2007, mudou-se para Curitiba (PR) para cursar publicidade. Além de trabalhar como redator publicitário, publica contos e crônicas em www.meulapisquebrou.com.br.

Cristiano Luiz Castilho tem 29 anos. Nasceu em Curitiba (PR), no verão de 1984. É graduado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário (ABJL). Trabalha na Gazeta do Povo desde 2008, e desde sempre usa a escrita como principal linguagem para compreender o mundo em que vive.

Daniel Zanella tem 28 anos. É cronista e jornalista, formado pela Universidade Positivo (UP). Nasceu em Curitiba (PR), em 1985, e é radicado em Araucária (PR) há quase vinte anos. Integrou diversas coletâneas por editoras independentes e é editor do jornal RelevO, impresso mensal de literatura, há três anos. Mantém o blog Cenas Urbanas no portal da Gazeta do Povo: www.gazetadopovo.com.br/blogs/cenas-urbanas.

Dédallo Neves tem 20 anos, nasceu e mora em Curitiba, é estudante de História da PUCPR, estudou um ano em Portugal na Universidade do Porto, trabalhou na Rádio Educativa. Planeja voltar à Europa para fazer mestrado em Estudos Medievais. Atualmente desenvolve uma pesquisa sobre o samba carioca, além de publicar textos, crônicas, contos e poemas no seu blog Dentro da Baleia.

Felipe Franco Munhoz tem 23 anos. Nasceu em São Paulo (SP), em 1990. É graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Em 2010, recebeu uma Bolsa Funarte de Criação Literária para escrever — em tempo integral — o romance Mentiras, inspirado na obra de Philip Roth. Vive em São Paulo (SP).

Felipe Kryminice tem 23 anos. Nasceu em Paranaguá (PR), em 1990. Vive em Curitiba (PR) desde o seu quarto dia de vida. Formado em Comunicação Social pela Universidade Positivo (UP), trabalhou nas redações do Jornal Cândido e da Revista Ideias.

Francine Porfirio tem 25 anos. Nasceu em Curitiba (PR) e é psicóloga, especialista em psicologia clínica, consultora educacional e assessora editorial. É contista, com participação em antologias, e seu primeiro romance será publicado pela Editora Alcantis em 2014.

Guylherme Custódio tem 26 anos. Nascido em Curitiba (PR), em 1987, mora no bairro São Braz. É graduado em jornalismo pela Universidade Positivo (UP) e atualmente cursa Letras na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Desde 2008 publica seus contos e crônicas no blog “Di-Vagá” (www.di-vag.blogspot.com).

Marco Antonio Santos tem 24 anos. Filho de pais sergipanos, nasceu em Curitiba (PR), em 1989. Estudou Comunicação e trabalha na área. Escreve no blog www.obscenidadedigital.wordpress.com com amigos.

Mellissa R. Pitta tem 21 anos. Nasceu em Curitiba (PR), em 1992. Contista e jornalista, escreve para as revistas Negócios Públicos, O Pregoeiro e SJPMais. Seus contos são publicados mensalmente no blog cultural Estranho ao meu modo.

Renan Machado tem 20 anos. Nasceu em Ponta Grossa, cidade do interior do Paraná, em 1993. Atualmente, cursa jornalismo na PUCPR. Publicou Helena, pela Tulipas Negras Editora, e A morte paga passagem, na sessão “Em busca de Curitiba”, do Jornal Cândido, editado pela Biblioteca Pública do Paraná. Vive em Curitiba desde 1998.

Rodrigo Araujo tem 30 anos. Nasceu em Colombo (PR), em 1983. Atua como historiador e escritor. Publicou A brisa é você (2009), coletânea de contos com outros escritores, pela editora Araucária Cultural.

Walter Bach tem 25 anos. Nasceu em Canoinhas (SC). É jornalista e mora em Curitiba (PR) desde 1988, ano em que nasceu. Publica crônicas e reportagens no blog Ecos Letrados.

Yuri Al’Hanati tem 27 anos. Nasceu em Praia Brava, distrito do município de Angra dos Reis (RJ), em 1986, e reside em Curitiba (PR) desde 2004. Formado em jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), trabalha como repórter no jornal Gazeta do Povo, na área de política. Publicou o conto Meu Alvo na revista Arte e Letra: Estórias U e Final de Jogo na revista Jandique nº 3.

Lançamento – Livro dos Novos
Data: 12 de dezembro
Horário: 19h
Local: Livraria da Vila – Pátio Batel (Avenida do Batel, n° 1868)
Mais informações: (41) 3079-9997

  • hydroxycut pure hoodia with energy f\/x 60 ct
  • temperature do you give panadol
  • orlistat efficacy
  • adalat side effects impotence
  • allegra vs zyrtec vs claritin
  • avodart or proscar for hair loss
  • nizoral diflucan and sporanox
  • will viagra available generic drug
  • neurontin used for headaches
  • premarin nasal drops patulous eustachian tube
  • inderal thyroid treatment
  • zyban fungicide label
  • coreg 3.125 mg tablet
  • revista que pasa puerto rico online
  • side effects of fluoxetine with alcohol
  • bupivacaine clonidine epidural
  • post accutane dry skin
  • uses for cephalexin in dogs
  • can you get pregnant while taking estrace
  • como usar cytotec via oral
  • wellbutrin and lexapro side effects
  • coreg heart rate parameters
  • 1648212655
  • wellbutrin 6 weeks
  • synthroid dosage based weight
  • viagra dosage recommended
  • levitra how fast does it work
  • brahmi powder wikipedia
  • periactin dose dogs
  • exelon rivastigmine transdermal
  • take arimidex post cycle
  • aciclovir hexal 800 mg
  • bactrim and infants less than 2 months
  • zona zovirax 800
  • dulcolax ibs
  • how much neurontin does it take to get high
  • benadryl trip yahoo
  • allergic reactions to lamisil\/
  • can you take nexium after eating
  • lamisil gel side effects
  • how much does abilify cost without insurance
  • mobic dangers
  • flonase metallic taste
  • canon prograf ipf5000
  • accutane litigation news
  • ditropan lawsuit
  • take voltarol ibuprofen
  • aravaipa canyon wilderness area
  • lasix dosage congestive heart failure
  • prednisolone steroid tablets for cats
  • can i take nolvadex and clomid together
  • alesse no prescription
  • can doxycycline hyclate make you tired
  • synthroid milk coffee
  • is flonase safe for pregnant women
  • zithromax penicillin interaction
  • dosis cataflam suspension gotas
  • how much does doxycycline 100mg cost
  • side effects of effexor xr
  • celexa breastfeeding infants
  • diflucan toenail fungus treatment
  • clomid 50mg side effects
  • lamisil crema picioare
  • kids benadryl help sleep
  • ventolin hfa aerochamber
  • para que sirve el allegra pediatrico
  • robaxin 750 mg street price
  • naproxen sodium versus celebrex
  • zyrtec allegra or claritin
  • risperdal anxiety medication
  • 9660081630
  • sinemet 25 250 mg venezuela
  • augmentin 875-125 price
  • carafate drug and pregnancy
  • difference between skelaxin and flexeril
  • rythmol toprol
  • lexapro twitching side effects
  • correct dosage valtrex shingles
  • voltaren gel canada
  • tricor global hk
  • mobic causing stomach pain
  • folic acid dose methotrexate treatment
  • cozaar y embarazo
  • neurontin uses bipolar
  • clomid jak brac
  • trileptal medication neuropathy
  • children's motrin dosage for infants
  • can pepcid cause high blood pressure
  • long term use of wellbutrin xl
  • neurontin and xanax together
  • differine 0.1 cream price
  • revista tititi novelas
  • buy erythromycin topical solution usp 2
  • can you ovulate while on clomid
  • aciphex prilosec
  • allergy steroid shot decadron
  • pyridium nitrite positive
  • para que sirve el ventolin expectorante
  • paxil or lexapro
  • dulcolax kidney pain
  • 8712430524
  • parlodel zamienniki
  • 3230258732
  • viagra brand name generic drug
  • hyzaar 100 25 mg preço
  • duphaston tablet composition
  • effexor online
  • what happens if i stop taking lexapro cold turkey
  • taking zyrtec juice
  • voltaren 50mg novartis
  • normal coumadin blood levels
  • ashwagandha good you
  • protonix zantac together
  • prilosec for infant acid reflux
  • how long does dramamine make you drowsy
  • zyvox be crushed
  • flagyl causing hives
  • depakote lawsuit
  • tegretol retard discontinued
  • benadryl tablets dosage for children
  • viagra pfizer india
  • effexor migraine prevention
  • coreg 3.125 mg tablet
  • hyzaar plus 100mg
  • cialis once a day dosage
  • lisinopril 40 mg cost
  • can you take a ventolin inhaler on a plane
  • bactrim forte price
  • doxycycline allergy penicillin
  • lexapro withdrawal effects
  • can i take zofran and reglan together
  • baclofen api manufacturer india
  • diflucan allergic reaction
  • relafen side effects alcohol
  • dramamine modest mouse bass tab
  • leukemoid reaction dapsone
  • diovan insomnia
  • bactrim 160 mg dosage
  • cytoxan mesna lupus
  • erythromycin solution for acne
  • prednisolone acetate used dogs
  • depakote pregnancy side effects
  • hoodia prime nature's biology
  • zyban buy
  • clomid o serophene
  • is it safe to take zithromax while breastfeeding
  • remedio arcoxia esta proibido
  • zoloft vs celexa for ocd
  • sporanox liquid for cats
  • aciclovir spray para sirve
  • nclex questions nitroglycerin
  • atrovent inhalador y ventolin
  • is dulcolax a stimulant laxative
  • 494587404
  • accutane does acne get worse
  • nortriptyline safety in pregnancy
  • hoodia buy online australia
  • xenical alli same thing
  • does medical insurance cover cialis
  • cardizem la 240 mg
  • comparativas precios voltaren emulgel
  • combinar priligy y cialis
  • cardizem tablets used
  • propecia male birth defects
  • aravaan tamil movie mp3 songs
  • voltaren cepici 12.5 mg
  • therapeutic dose of zoloft for anxiety
  • keflex vs cipro
  • femara gyno reduction
  • zantac or prilosec otc
  • differin made my skin oily
  • side effects of stopping prometrium
  • long should take valtrex shingles
  • metronidazole flagyl birth control
  • lipitor 30 day free
  • tricorbraun ryco packaging
  • taking crestor zetia
  • levitra 10mg price
  • 2528240925
  • prevacid cost costco
  • does celexa cause weight loss
  • non drowsy dramamine generic
  • remeron side effects 2011
  • fluoxetine versus zoloft
  • zoloft recall 2010
  • meclizine migraine headache
  • novo salario minimo 2011 vigora partir
  • what is an alternative medication to avandia
  • levaquin 750 mg janssen-cilag
  • can you take benadryl and singulair at the same time
  • premarin cream patient assistance program
  • arjuna jts
  • lamictal jittery
  • accutane dosage and length of treatment
  • ddavp with alcohol
  • wellbutrin maoi drug
  • compazine phenergan allergy
  • zovirax genital herpes uk
  • ampicillin 100 x stock
  • wellbutrin sr and xl difference
  • three arava valley kibbutzim
  • anafranil social anxiety
  • paxil cr withdrawal long
  • 7969911210
  • endep how it works
  • coumadin exercise restrictions
  • vermox no longer available
  • how long do you take plavix after a stent
  • cheap famvir online
  • cephalexin long acting tablets 375mg
  • children's benadryl infant dose
  • allopurinol gout dose
  • voltaren cepici doziranje
  • arimidex e nausea
  • compare allegra d claritin d zyrtec d
  • vitex vs clomid
  • tetracycline eye ointment 1
  • revista da natura ciclo 15 de 2012
  • does effexor cause high blood pressure
  • common side effects nexium 40 mg
  • avandia recall news
  • etodolac e140
  • dramamine motion sickness relief original formula tablets
  • methylprednisolone sodium succinate for injection dosage
  • zyban a tabletki antykoncepcyjne
  • serophene 50 mg nasıl kullanılır
  • dilantin serum levels normal
  • imodium with zantac
  • decadron y neomicina
  • levitra cialis viagra which is better
  • anafranil 25 mg efectos secundarios
  • pulsatile tinnitus paxil
  • imuran rxlist
  • ciprofloxacin uti dosage men
  • diamox dosage diuretic
  • strattera withdrawal children
  • gov't mule thorazine shuffle bass tab
  • pepcid maximum strength coupon
  • manufacturer topamax tablets
  • viagra and high blood pressure tablets
  • metformin glucophage ingredients
  • how many 25mg benadryl to get high
  • omnicef 100mg capsule
  • is diflucan safe while pregnant
  • can u take benadryl and nyquil together
  • fosamax liquid generic
  • benadryl dogs dosage
  • can i take cough medicine with benadryl
  • ciprofloxacin tinidazole tablets uses
  • sintomas despues del cytotec
  • doxycycline vs tetracycline perioral dermatitis
  • avapro extra program
  • compare zoloft effexor xr
  • can take synthroid zantac
  • neem quotes
  • aricept quit taking
  • cytotec for labor induction dose
  • can you just stop taking lisinopril
  • aldactone potassium supplements
  • effexor xr in pregnancy
  • flomax vs cialis for bph
  • imodium for gas
  • recipe for karela ki sabji
  • prilosec vs prevacid babies